Para deputado federal Sidnei Leandro 4093

AMIGOS DE FOGO
Loading...

quinta-feira, 30 de setembro de 2010

Carta ao Eleitor

Aos meus grandes amigos!
Peço seu voto de confiança para
uma pessoa que eu admiro muito. Uma pessoa que conheci nas caravanas que
fui à Brasília em prol da PEC 300, e que vi lutar com muito afinco para
que a PEC 300 fosse aprovada no 1° turno.
Não é segredo pra ninguém da
minha luta pela classe. Mas também é
preciso mostrar a luta desse homem. Vote em quem tem mostrado
serviços por nossa causa. Vote em quem já estão no dever
cívico de nos representar!
Vote no próximo domingo em Sidnei Leandro 4093 para Deputado Federal.
Vocês me conhecem, sabem que eu
não pediria o apoio de vocês por benefícios isolados. Sabem, que eu não
pediria esses votos de vocês para alguém que eu não conhecesse o
carácter.
Me dêem esses votos seguros. Nós precisamos aprovar a nossa PEC 300.
Um abraço,
Abigail Freitas beijinhus


Meu Eleitor!

A partir do nascimento com vida
todos nós chegamos ao Planeta numa determinada hora, lugar, numa
determinada Família. Às vezes culta ou inculta, rica, pobre ou
remediada, esperançosa ou condenada. Alguns de nós ao longo da
existência superamos dificuldades e furamos bloqueios. Outros não, vão
se perdendo, perdendo e chegam à idade adulta sem passar pela infância,
em razão da desigual luta de sobreviver.
Hoje não, você é igual a
todo mundo, seu voto é igual ao de todos. Mas há uma distinção: a
grande distinção é a sua consciência ao escolher a quem doá-lo. Escolha,
de sua convicção aquele que pode pelo menos acalentar sua esperança.
Nós que queremos o representante perfeito, às vezes somos imperfeitos na
hora de escolher.
Lembre-se; com seu voto você torna-se protagonista de sua história.
Lembre-se
mais, na maioria das situações da vida você pode acertar ou se abster,
fazer ou não fazer, como por exemplo; casar ou não casar, etc...
Mas você jamais deixará de ter alguém lhe representando nas Casas Legislativas e Executivas.
Pode
ser que aquele que vai lhe representar de forma vil seja eleito por que
você não refletiu em seu pedaço de responsabilidade.
Peço o seu voto consciente, vibrante, alastrador. Todos os sinais colocam a nossa campanha vitoriosa. Mas
é preciso maior expressão de voto para lhe representar melhor. Eu
preciso ser mais que um deputado. Eu quero ser seu líder na Assembléia e
poder gritar bem alto com você “VAMOS MUDAR O RIO”.
Multiplique o seu voto!
Amplifique a sua voz!
Dissemine a sua convicção!

Sidnei Leandro
Deputado Federal
4093

quarta-feira, 22 de setembro de 2010

BOLSA OLÍMPICA VALE MENOS E BENEFICIA MAIS


Para atender a todos os policiais civis e militares e bombeiros do Rio, o Ministério da Justiça fez alterações no programa Bolsa Olímpica, que agora é chamado de Bolsa Formação - Módulo Olimpíada. Uma das mudanças foi a redução do valor da gratificação. Inicialmente, ela seria de R$ 1.200,00, mas foi alterada para R$ 443,00 agora, passando para R$ 800,00 e para R$ 900,00 em junho de 2011. A última quantia deve permanecer até 2016, quando acontecerão os Jogos Olímpicos.

Com essa alteração será possível contemplar todos os servidores da Segurança que fizerem os cursos oferecidos pelo governo federal, e não apenas os agentes que participarem diretamente do policiamento do evento esportivo, como estava previsto na época do anúncio do programa.

Essa possibilidade havia causado polêmica entre policiais, especialmente os militares, onde a gratificação apenas para alguns poderia fazer com que subordinados ganhassem mais do que superiores. Também foi derrubado o teto salarial de R$ 3.200,00 para o pagamento das gratificações.


INSCRIÇÕES

Essa deve ser a última leva de cursos deste ano. Durante as negociações, ficou acordado que o governo do estado manterá o valor pago a título de gratificação depois dos Jogos Olímpicos de 2016.
Essa é massa.!!!

Um advogado dirigia distraído quando, num sinal de PARE, passa sem parar, em
frente a uma viatura do BOPE.

Policial: - Boa tarde. Documento do carro e habilitação.

Advogado: - Mas por que, policial?

Policial: - Não parou no sinal de PARE, ali atrás.

Advogado: - Eu diminui e como não vinha ninguém...

Policial: - Exato... Documento do carro e habilitação.

Advogado: - Você sabe qual é a diferença jurídica entre diminuir e parar?

Policial: - A diferença é que a lei diz que num sinal de PARE, deve-se
parar completamente. Documento e habilitação.

Advogado: - Ou não, policial. Eu sou advogado e sei de suas limitações na
interpretação de texto de lei. Proponho-lhe o seguinte: Se você conseguir
me explicar a diferença legal entre diminuir e parar, eu lhe dou os
documentos e você pode me multar. Senão, vou embora sem multa.

Policial: - Positivo, aceito. Pode fazer o favor de sair do veículo, Sr.
Advogado?

O advogado desce e então os integrantes do BOPE baixam o cacete, soco pra
tudo quanto é lado, tapa, botinada...
O advogado grita por socorro, e implora para pararem.
E o policial pergunta:

- Quer que a gente PARE ou DIMINUA?

Advogado: - PARE!...PARE!...PARE!...

Policial: - Positivo... Documento e habilitação

'Farc não é um problema do Brasil', diz Dilma Rousseff


'Farc não é um problema do Brasil', diz Dilma Rousseff
A candidata do PT, Dilma Rousseff, afirmou nesta quarta-feira (1) que as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) não são “problema do Brasil”. Ela foi recebida nesta manhã pelo presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos. Em sua primeira visita ao Brasil, Santos deve se reunir também com os candidatos José Serra (PSDB) e Marina Silva (PV) nesta quinta-feira (2).

Dilma afirmou que o Brasil só deve participar de algum diálogo com as Farc se isso for pedido pelo governo da Colômbia. “Não temos porque participar, a não ser a pedido da Colômbia, de qualquer atividade de pacificação ou diálogo com as Farc. Se a Colômbia alguma vez solicitar a presença do Brasil, nós vamos participar, caso não solicite não temos porque participar porque as Farc não é um problema do Brasil”.

Questionada sobre as acusações feitas durante a campanha eleitoral de envolvimento do PT com as Farc, Dilma afirmou que isso não foi tratado na reunião com o presidente da Colômbia. “Essa questão das Farc é muito mais uma questão do meu adversário do que da Colômbia”.

Segundo a candidata, o único tema relativo ao assunto discutido com Santos foi a estratégia para policiamento da fronteira. A petista reafirmou sua proposta de comprar 10 Veículos Aéres Não Tripulados (VANTs) para ajudar no policiamento da fronteira brasileira. Ela destacou ainda ter ouvido de Santos que já há um acordo com o Brasil que prevê uma ação conjunta dos dois países no combate ao crime na fronteira entre eles.

A candidata afirmou que a maior parte da conversa com o presidente da Colômbia se deu em torno de temas como a inclusão social, agricultura familiar e biotecnologia. Segundo Dilma, Santos teria aberto a conversa afirmando que a próxima década, que se inicia no próximo ano, será “a década da América Latina” e que os países da região precisam aproveitar as oportunidades de crescimento e desenvolvimento.

A entrevista foi encerrada pela assessoria de Dilma antes que a candidata respondesse a questões sobre a violação de dados sigilosos da Receita Federal. Nessa terça-feira (31/08), foi divulgado um acesso a uma declaração de renda de Verônica Serra, filha do candidato do PSDB. A Receita diz que o acesso foi feito a pedido de Verônica, mas Serra nega que sua filha tenha pedido para acessar os dados.

Segundo a assessoria de Dilma, os jornalistas colombianos pediram para encerrar a entrevista porque têm de acompanhar a agenda de Santos em Brasília. O presidente colombiano deixou a Embaixada do país para se encontrar com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Fonte: G1

RN- Associação de policiais envia ofício ao governo e pede R$ 3.200,00 para soldado

A entidade afirma que ainda no mês de setembro realizará assembléia com a categoria e espera respostas das reivindicações.


Associação dos Cabos e Soldados da Polícia Militar do Rio Grande do Norte protocolou na Governadoria, na tarde desta quarta-feira (01), ofício nº 364/2010 apresentando ao Governador do Estado pauta de reivindicação da Entidade.
Na pauta estavam o cumprimento da Lei de anistia; realização do curso de Cabo e Sargento; realização de concurso para especialista em saúde; convocação dos suplentes; carga horária; programa habitacional e o Plano de Cargos, Carreira e Subsídio (R$ 3.200 - soldado). Na semana passada a Entidade já tinha apresentado essas reivindicações ao Secretário de Segurança e ao Comando da PM.

A entidade afirma que ainda no mês de setembro realizará assembléia com a categoria e espera respostas das reivindicações.

"Surgiram boatos que o governo daria um reajuste salarial agora em agosto, não sabemos com qual intenção. Nessas conversas com o Secretário de Segurança e com assessoria do Governador, foi desmistificado esse boato e descobrimos que não tinha nada. Agora tem, mandamos uma proposta de R$ 3.200,00 para o soldado, escalonado até coronel e marcaremos uma assembléia com a categoria para defesa dessa proposta" afirma Cabo Jeoás Santos - Presidente da ACS-PM/RN.

ParaibaemQA

O jornal O Globo nos ouviu e reconheceu na edição desta quarta-feira (dia 25 de agosto) o que temos alertado diuturnamente neste blog aos trabalhadores da Segurança Pública do Brasil: a PEC 300 não teve sua votação concluída na Câmara dos Deputados porque o governo não se interessou em ver a proposta aprovada.
Por meio de uma nota intitulada “Dilma implodiu a PEC 300”, o periódico declara que a candidata do PT à Presidência da República, Dilma Rousseff, atuou de forma decisiva para impedir que o segundo turno da PEC 300 fosse votada no esforço concentrado da semana passada. Essa informação só reforça o que vem sendo dito neste espaço há semanas. O governo insiste através de Temer e Vaccarezza em não quer votar a PEC 300.
O resto é conversa...O presidente da Câmara, Michel Temer (PMDB-SP), chegou a divulgar nota na semana passada responsabilizando a invasão legítima e democrática de bombeiros, policiais e agentes penitenciários pela não votação da PEC 300.E agora? Será que Temer, candidato a vice na chapa encabeçada por Dilma, terá coragem de admitir que não colocou a PEC 300 porque o governo não quer ver essa matéria aprovada?
Como ele consegue conciliar o cargo de presidente da Câmara dos Deputados e candidato à vice-presidente da República? Resposta: não consegue. Porque se atuasse de forma a defender os interesses da instituição Câmara dos Deputados, a PEC 300 já teria sido votada há muito tempo.Contudo, não podemos desanimar.
A imensa maioria dos deputados quer votar a PEC 300. Tenho certeza de que, apesar das resistências, a PEC 300 será uma realidade em pouco tempo. Não há mais como retroceder em nossas conquistas. Eles podem adiar, mas não conseguirão impedir essa vitória dos trabalhadores da Segurança Pública.PEC 300 já!
A união é a nossa força.
Capitão Assumção


A quem querem enganar?
Simples, a população do Rio de Janeiro.
Por que ocuparam pequenas comunidades da Zona Sul e não ocuparam a Rocinha?
Por que anunciaram a ocupação do Alemão só para 2014, final do próximo governo?
Por que escolheram a Tijuca para ser ocupada antes das eleições? Existe relação com o resultado da votação para prefeito na região em 2008?
Por que não divulgam o número de óbitos das UPAs?
Por que Cabral proibiu imagens dos corredores hospitalares amontoados de pessoas sofrendo?
Por que não encontraram justificativa para o fato do Rio ser o penúltimo estado na avaliação do ensino médio, ficando na frente apenas do Piauí?
Por que no Rio nem 5% dos homicídios são esclarecidos?
Por que Policiais Militares que trabalham nas UPPs ficam 12 horas em pé, sem alimentação e sem água?
Por que três secretarias estaduais do governo Sérgio Cabral estão sob investigação?
Certamente, Sérgio Cabral sabe todas essas respostas, basta perguntarem a ele.